quinta-feira, 5 de junho de 2014

Livre para Escolher (IV): o que tem de errado com nossas escolas (Milton Friedman)


"Antigamente, era assim. Controle dos pais, pais que escolhem professores, pais que monitoram a escola, pais que se unem até para pintar a escola. ... o controle dos pais sobre a escola é a exceção hoje em dia e não a regra. Cada vez mais, as escolas são controladas por administrações centralizadas, profissionais que decidem o que deve ser ensinado, quem deve ensinar e, até mesmo, que crianças devem frequentar que escolas. As pessoas que mais perdem nesse sistema são os cidadãos pobres das grandes cidades. Estão sem saída. Não têm alternativa".


"O sistema não está funcionando. Isso é porque está faltando um ingrediente vital. Os especialistas têm boas intenções, mas um sistema centralizado não tem possibilidades de ter esse nível de preocupação com cada criança, como temos sendo pais. A centralização gera uniformidade mórbida, destrói a experimentação, que é uma fonte essencial de progresso. O que devemos fazer é possibilitar os pais, seja por vale ou outros meios, a escolher que escola seus filhos frequentarão: pública ou particular, aquela que mais atender às necessidades da criança. É certo que isso também dará mais voz a respeito do que é ensinado, e de que forma é ensinado...".

Assista também: 

Livres para escolher (III): a falência do socialismo (Milton Friedman)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leia também:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...