segunda-feira, 2 de junho de 2014

Livres para escolher (I): o poder do mercado (Milton Friedman)

A liberdade humana e política não pode existir sem uma grande parcela de liberdade econômica - Friedman.

“Veja este lápis. Não há uma pessoa sozinha no mundo que possa produzir este lápis. Isso é inacreditável? De modo nenhum. A madeira de que é feito veio da madeira de uma árvore no Estado de Washington. Para cortá-la foi preciso uma serra. A serra foi feita de aço. O aço foi feito de ferro. O centro é de grafite comprimido. Não sei de onde veio, mas creio que deva ter sido das minas da América do Sul. A parte vermelha, a borracha, deve ter vindo da Malásia, onde a seringueira nem é nativa. Foi importada da América do Sul por um empresário, com a ajuda do governo britânico. Essa banda de metal eu nem imagino de onde veio. Nem a tinta amarela, ou a cola que segura a estrutura. Milhares de pessoas cooperam para produzir este lápis. Pessoas que não falam a mesma língua, que são de religiões diferentes, que talvez se odiassem se se conhecessem. Quando vamos à loja e compramos este lápis, estamos trocando alguns minutos do nosso tempo por alguns segundos do tempo de todas aquelas milhares de pessoas. O que foi que os uniu para cooperar e produzir este lápis?" - saiba esta e outras respostas com o economista ganhador do Prêmio Nobel, Milton Friedman, que mostra que o livre mercado é o melhor sistema para todos os membros da sociedade, provendo diversos exemplos de como o livre mercado gera prosperidade e afirma que ele pode resolver vários problemas onde outras ideias já foram testadas e falharam.

A presente versão do documentário é de 1990 e tem legendas feitas pelo Ordem Livre. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leia também:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...